Compensação à Petrobras pode recuar US$ 6,3 bi

Valor Econômico

22/10/2019 – Considerado primordial para a competitividade do leilão da cessão onerosa, o valor da compensação à Petrobras pode cair pelo menos US$ 6,3 bilhões (US$ 26 bilhões) em relação ao projetado inicialmente pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).
O dado consta em um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), que se baseou em estimativas da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Segundo esse cenário, as empresas vencedoras do leilão teriam que pagar US$ 38,9 bilhões à Petrobras. Para ler esta notícia, clique aqui.