Consumo vai bem, mas comércio decepciona, dizem economistas

Valor Econômico

16/01/2020 – O varejo frustrou grande parte dos economistas que acompanham o setor com o resultado de novembro, após o que foi considerada a melhor Black Friday dos últimos anos. A expectativa também foi inflada pela liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
No acumulado em 12 meses, uma medida que melhor reflete melhor o ritmo do comércio, o crescimento das vendas desacelerou. A despeito disso, analistas afirmam que o consumo das famílias segue bem. Algumas casas reduziram a estimativa do PIB para o quarto trimestre, mas o movimento não foi generalizado. Para ler esta notícia, clique aqui.