Privatização é crítica para elevar produtividade, diz Castello Branco

Valor Econômico

11/09/2019 – O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, criticou nesta terça-feira o número elevado de empresas estatais no Brasil e afirmou que a privatização é um movimento crítico para o aumento da produtividade e para redução da dívida pública.

No entanto, ele não mencionou a Petrobras como ativo a ser privatizado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em entrevista ao Valor, o Ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que é favorável à privatização de todas as estatais.“A privatização é crítica para o aumento da produtividade e para o abatimento da dívida pública”, afirmou Castelo Branco, em uma palestra a empresário do setor de mineração, ocorrida em Belo Horizonte. Ele afirmou que um dos problemas do Brasil é o número elevado de estatais e citou que são 392, sendo 134 federais. Para ler esta notícia, clique aqui.