Produção de motos cresce 10,7% no bimestre

Automotive Business

Mário Curcio

13/03/2018 – Embora com apenas 18 dias úteis por causa do carnaval, a produção de motos em fevereiro atingiu 83,6 mil unidades e registrou alta de 2,8% sobre janeiro, que teve 22 dias úteis. Na comparação com fevereiro do ano passado a alta é de 24,2%. No acumulado do bimestre, as fabricantes instaladas e Manaus (AM) montaram 164,9 mil unidades, 10,7% a mais que no mesmo período de 2017. Os dados foram divulgados pela Abraciclo, entidade que reúne os fabricantes instalados em Manaus.

O crescimento real da produção foi um pouco maior, cerca de 12%, já que os números de Haojue e Kymco não estão computados. Essas marcas são montadas dentro da estrutura da J. Toledo Suzuki, mas pela empresa JTZ, que não é associada à Abraciclo. No primeiro bimestre, Haojue e Kymco juntas tiveram mais de 1,5 mil unidades emplacadas e dá para estimar que a produção no período tenha sido igual ou maior do que isso.

As vendas no atacado informadas pela Abraciclo totalizaram 146,8 mil unidades e cresceram 8,4% sobre igual período de 2017. Se os dados da JTZ fossem incorporados, a alta estaria próxima a 9,5%.

As vendas no varejo somaram 140 mil unidades, resultando em alta de 9,3% sobre igual período de 2017. A média diária de emplacamentos tanto em janeiro como em fevereiro foi de cerca de 3,5 mil unidades, nível melhor que o registrado entre maio e novembro do ano passado.

O crescimento mais expressivo ocorreu nas exportações, mas ainda em volumes baixos. Em janeiro e fevereiro foram enviadas 15,3 mil motocicletas, o que representa alta de 35,3% sobre o mesmo período de 2017. Argentina e Estados Unidos foram os principais destinos. Até o fim do ano a Abraciclo prevê exportar 85 mil motos, o equivalente a apenas um mês de produção ou de vendas internas.