Sem demanda, varejo segue estável, apontam analistas

Valor Econômico

11/07/2019 – As vendas do varejo devem mostrar mais um resultado fraco em maio, reforçando a percepção de que o quadro de lenta recuperação da atividade econômica no início do ano se estendeu para o segundo trimestre.
A mediana de 26 projeções captadas pelo Valor Data com consultorias e instituições financeiras aponta para variação nula do varejo restrito e alta de 0,4% no conceito ampliado, que inclui automóveis e material de construção, sempre na comparação entre os meses de maio e abril, feitos os ajustes sazonais. Para ler esta notícia, clique aqui.