Van movida a bioetanol faz média 20 km/L em testes

O Tempo

19/05/2017 – A Nissan está testando no país uma tecnologia que transforma etanol produzido no Brasil para recarregar as baterias de um veículo elétrico. Com o nome de Nissan SOFC (sigla para Célula de Combustível de Óxido Sólido, em inglês), o sistema foi adaptado em duas vans eNV200, que estão rodando pelas ruas de São Paulo. A expectativa é de que a nova tecnologia ganhe o mercado a partir de 2020.
O protótipo é abastecido 100% com etanol para carregar uma bateria de 24kWh que permite autonomia de mais de 600 km. Mostrado pela primeira em agosto do ano passado, no Rio de Janeiro, em um evento sobre a mobilidade, a nova tecnologia apresenta uma “Célula de Combustível e-Bio”, com um gerador de potência, que se utiliza da reação de diversos combustíveis com oxigênio, incluindo etanol e gás natural, para produzir eletricidade altamente eficiente.
O motor altamente eficiente e funciona até com água misturada ao etanol. Suas emissões de carbono-neutro são tão limpas quanto a atmosfera, o que será a parte do ciclo natural do carbono. Combustíveis bioetanol são provenientes principalmente da cana de açúcar e milho. Eles estão amplamente disponíveis em países da América do Norte e do Sul, que dispõem de infraestrutura já estabelecida.