Venda de carros elétricos e híbridos aumenta 20,4% em 2018

Poder 360

11/01/2019 – As vendas de carros movidos a eletricidade têm crescido no Brasil. Em 2018, 3.970 veículos elétricos ou híbridos foram emplacados. É 1 aumento de 20,4% em comparação com 2017, quando foram registradas 3.296 novas unidades.

Os dados são compilados pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), com base nos Registros Nacionais de Veículos Automotores.

Em uma década, a venda de veículos elétricos e híbridos apresenta 1 crescimento expressivo. Em 2009, apenas 21 carros foram emplacados no Brasil.

Apesar do crescimento nos últimos anos, carros elétricos e híbridos representam apenas 0,2% dos automóveis emplacadas no país no período.

Os carros híbridos possuem 2 motores -elétrico e a combustão- e os veículos elétricos, apenas 1 -não têm a gasolina/álcool.

Incentivo do governo para o setor automotivo

Em dezembro, o ex-presidente da República Michel Temer sancionou o novo programa de incentivos para montadoras no Brasil, o Rota 2030. Entre os benefícios, está a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os modelos movidos à eletricidade.

A expectativa era que a medida fosse aprovada no início de 2018 para substituir o Inovar Auto, encerrado em 2017. Mas as discussões sobre o assunto se arrastaram por quase 1 ano entre o Ministério da Fazenda e o Mdic (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

O texto determina que “veículos híbridos equipados com motor que utilize, alternativa ou simultaneamente, gasolina e álcool devem ter uma redução de, no mínimo, três pontos percentuais na alíquota do IPI em relação aos veículos convencionais, de classe e categoria similares, equipados com esse mesmo tipo de motor.”

Após o anúncio do governo federal, a Toyota anunciou tecnologia para produção de veículos híbridos flex no Brasil. Será o 1º carro do mundo que poderá se mover com eletricidade, gasolina ou etanol.

A empresa já vende o modelo Prius híbrido no Brasil. O carro, que custa cerca de R$ 125 mil à vista, é único modelo da marca disponível no país.

Atualmente, nenhum veículo elétrico é produzido no Brasil.