Canal da Revenda

No Distrito Federal, a cobrança diferenciada de preço segundo o meio de pagamento utilizado já é uma realidade, em decorrência de decisão do TJ-DF (não é liminar, trata-se de sentença definitiva). “Realizamos pesquisa  no Distrito Federal que mostra que o consumidor sabe que, se pagar com dinheiro, vai levar o desconto”, explica o presidente da Confederação de Dirigentes Lojistas, Roque Pellizzaro Júnior.
Segundo o levantamento, realizado pelo Instituto Análise, entre as justificativas apresentadas pelos consumidores para utilizar o pagamento em dinheiro está “porque é mais fácil obter descontos”, perdendo apenas para “evitar dívidas”.
Entre os que associam pagamento em dinheiro com melhores preços, 67,2% dos entrevistados creditam isso ao fato da loja oferecer descontos nesse meio de pagamento.
Já os cartões de crédito aparecem associados aos maiores preços, principalmente devido aos elevados juros. “Os consumidores acreditam que os melhores preços são conseguidos no pagamento em dinheiro por causa da capacidade de negociação à vista. Porém, não lembraram de nenhuma prática de aumento geral de preço por causa do cartão de crédito”, diz a pesquisa.