Canal da Revenda

Rio de Janeiro, 06 de setembro de 2018 – A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) considera que a alteração na frequência dos reajustes da gasolina pela Petrobras, com a adoção de  mecanismo que poderá manter os preços estáveis por até 15 dias nas refinarias, pode trazer maior previsibilidade ao mercado.

Segundo a Petrobras, a maior flexibilidade na frequência de reajustes não alterará o resultado final das variações do preço da gasolina decorrentes dos movimentos de elevação ou de queda na cotação internacional e na taxa de câmbio, ao final de cada período – seja por intervalos de tempo mais longos (até 15 dias) ou diários.

A Fecombustíveis ressalta que o mercado é livre e competitivo em todos os segmentos, cabendo a cada posto revendedor decidir se irá repassar ou não os aumentos ao consumidor, bem como em qual percentual, de acordo com suas estruturas de custo. A Federação não interfere no mercado e zela pela livre concorrência e pela livre iniciativa, em defesa de um Brasil melhor para todos.