Canal da Revenda

Rio de Janeiro, 28 de maio de 2018 (Atualização 18h) – Em função da greve dos caminhoneiros, iniciada na segunda-feira, 21 de maio, a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) informa a situação do abastecimento de combustíveis nos postos revendedores no país.

O panorama em alguns estados é o seguinte:

– Alagoas: após cumprimento de decisão judicial, a entrada do Porto de Maceió foi liberada por manifestantes e o abastecimento de gasolina voltou a ser realizado nos postos. Já há postos com gasolina, mas ainda há falta de etanol e diesel.

– Bahia: 95% sem combustíveis (Última atualização sexta-feira, 25, às 17h).

– Distrito Federal: mais de 90% dos postos de combustíveis sem produto (Última atualização sexta-feira, 25, às 17h).

– Espírito Santo: O Sindipostos-ES obteve liminar que garantiu o abastecimento de combustíveis em 80 postos do estado no sábado (26) e domingo (27) ainda com escolta policial. Na manhã desta segunda-feira, 28 de maio, já foi possível verificar circulação de caminhões-tanque sem a necessidade da polícia (Última atualização segunda-feira, 28, às 12h).

– Mato Grosso: a grande maioria tem falta de produtos (Última atualização sexta-feira, 25, às 17h).

– Minas Gerais: 90% dos postos estão sem combustíveis (Última atualização sexta-feira, 25, às 17h).

– Pará: apenas o abastecimento em São Luís foi normalizado. Norte e Nordeste do estado continuam sem abastecimento.

– Paraná: Sindicombustíveis-PR obteve uma liminar na Justiça Estadual favorável ao desbloqueio do terminal de carregamento de combustíveis de Araucária. A entidade trabalha para obter na Justiça outras liminares para outras bases de distribuição no estado. No início da tarde, saiu o primeiro comboio com 20 caminhões e 800 mil litros de combustíveis, entre gasolina, etanol e diesel.

– Rio de Janeiro: cerca de cinco postos na cidade do Rio de Janeiro receberam algum tipo de combustível nesta segunda-feira (28).

– Rio Grande do Sul: postos em Porto Alegre estão recebendo cargas diretamente das bases das distribuidoras com escolta policial. Ainda não é possível saber quantos estabelecimentos já receberam e nem quais as cidades, pois é uma decisão estratégica de cada companhia distribuidora. Na Serra Gaúcha, postos continuam sem gasolina e etanol. Poucos ainda possuem diesel (Última atualização segunda-feira, 28, às 12h).

– Campinas (SP) e região: por força de liminar e com escolta policial, alguns postos estão recebendo combustíveis. No entanto, ainda são casos pontuais e os estabelecimentos estão dando prioridade ao abastecimento de carros oficiais, como ambulância e de segurança. Não há previsão de quando o abastecimento será normalizado.

– Santos (SP) e região: na manhã desta segunda-feira, 28 de maio, nenhum posto da Baixada Santista e Vale da Ribeira havia recebido combustível (Última atualização segunda-feira, 28, às 17h).