Notícias

BR Distribuidora e Cosan negam que dificultem concorrência no Aeroporto de Guarulhos

A Cosan (CSAN3) e a BR Distribuidora (BRDT3) negaram que estejam dificultando a concorrência para a comercialização de querosene no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, mostram documentos enviados ao mercado nesta segunda-feira (14).

O Conselho de Administração de Defesa Econômica (Cade) emitiu parecer recomendando a condenação da GRU Airport, BR Distribuidora, Raízen e AirBP por práticas anticoncorrenciais.

A BR afirma que atua pelas melhores práticas comerciais e concorrenciais, com ética e respeito aos seus clientes, exigindo o mesmo comportamento dos seus parceiros comerciais e força de trabalho.

“A nota técnica não caracteriza condenação de qualquer dos representados, mas tão somente o parecer opinativo da área técnica que ainda será submetido à apreciação do Tribunal”, afirma.

A Cosan, que controla a Raízen, esclarece que ” ela e todas as empresas controladas ou co-controladas por ela observam o mais alto padrão de governança em suas políticas comerciais”.

Autor/Veículo: Money Times
Compartilhe: